domingo, 8 de fevereiro de 2009

Quando partir...

Tire uma foto, veja tudo aquilo que estamos perdendo, tudo que eu queria era estar com você, espere por mim, ninguém te ama como eu, não vá sem mim, me espere. Olhe em volta e veja o que você consegui fazer. Todos estamos chorando por você. Olhe o que você fez, fez todos de bobos, parece que se diverte fazendo isso, parou, mas só parou ao perder aquilo que você ganhou. Devolva a mim o meu ponto de vista, deixe-me pensar por você, eu sei, mal posso ouvir por você, mal posso falar por você, deixe-me ser o que você é, deixe-me ir com você, essa prisão já não me pertence mais!
Agora é você quem escolhe, sei, sei que não quer me fazer sofrer, sei que sempre quer meu bem, mas pra que ir tão longe? Pra que ir a um lugar que ninguém conhece o seu início, meio ou fim? Pra que ir bem na hora em que tudo parece ser tão natural, tão real? Tiraremos todas as fotos dos murais, elas já não podem mais cantar conosco, não quero mais ser um, quero ser dois, quero ser eu e você, você e eu. 
Tudo que eu queria era viver algo extraordinário, só isso.
Falar com você já não posso mais, mas em meu coração você sempre estará.
Adeus.

1 Comment:

paulaf said...

noas cara , amei :O'